estender-como-analisar-o-quadrante-magico-do-gartner-para-tomada-de-decisoes

Você já ouviu falar no Quadrante Mágico do Gartner? Se você trabalha com tecnologia, é bem provável que sim. Para quem não conhece, o Gartner é uma empresa de pesquisa altamente reconhecida no mercado internacional pela elaboração de relatórios em diversos setores de TI.

O foco principal da companhia é propagar conhecimentos e soluções para que seus clientes estejam aptos a aprimorar suas tomadas de decisões no dia a dia de suas empresas — e o seu principal produto é justamente o Quadrante Mágico do Gartner, que será tema do nosso artigo de hoje.

Ficou interessado e deseja saber mais sobre o assunto? Preparamos este material exatamente para ajudar você a escolher a solução em tecnologia para sua empresa com base no relatório do Quadrante Mágico do Gartner. Continue acompanhando!

Afinal, o que é o quadrante mágico do Gartner?

Em síntese, podemos explicar o quadrante mágico como uma representação gráfica de um período de observação do mercado tecnológico. Ele auxilia empresários e profissionais da tecnologia a definir forças, minimizar falhas ou deficiências e potencializar as qualidades do negócio.

Quais são as principais vantagens do produto?

O Quadrante Mágico do Gartner busca uma definição do mercado por meio de pesquisas sobre tecnologias, programas, levantamentos, consultoria e eventos para que empreendedores consigam fazer uma análise crítica de um nicho de mercado.

Apenas para exemplificar, colocamos abaixo o Quadrante Mágico de 2012 referente à infraestrutura para Contact Center:

A matriz apresentada nos relatórios possui sempre dois eixos, entenda:

  • Na horizontal, é avaliada a visão da empresa em termos de inovação tecnológica e abrangência sobre as necessidades do mercado.
  • Na vertical, o relatório traz o quanto as empresas têm habilidade de executar, implantar o que prometem.

Sobre os quadrantes em destaque, eles significam:

Leaders (superior-direito)

As empresas que aparecem neste espaço são consideradas líderes de mercado por apresentarem a melhor visão tecnológica, com um portfólio mais completo e ampla capacidade de executar o que prometem. Neste exemplo, Genesys, Avaya e Cisco são os provedores que mais se destacam.

Challengers (superior-esquerdo)

São players importantes de mercado, provavelmente com uma boa participação de mercado proporcionada pela boa capacidade de execução, mas que estão atrás dos líderes em termos de abrangência e inovação.

Visionaries (inferior-direito)

Neste quadrante, aparecem as empresas que têm aspectos fortes de inovação e visão abrangente de mercado, mas que, na prática, as suas ferramentas ainda não conseguem entregar ao que se propõem.

Niche Players (inferior-esquerdo)

Aqui ficam as empresas que atendem nichos de mercado, por diversos motivos. Não espere soluções que atendam a toda e qualquer empresa, mas, provavelmente, em seus segmentos, são extremamente fortes e consistentes.

Após a apresentação da matriz com os Quadrantes Mágicos, o Gartner sempre faz uma avaliação de pontos fortes e fracos sobre cada um dos players exibidos no relatório. Vale a leitura!

E como o Quadrante Mágico do Gartner ajuda da tomada de decisões?

O relatório é importante para tomada de decisão pois traz uma análise bastante detalhada dos principais players de cada mercado, com seus pontos fortes e fracos. Com uma visão abrangente e mais imparcial é possível uma tomada de decisão mais assertiva e com redução dos riscos sobre o investimento realizado.

Uma ideia interessante também é buscar os relatórios de anos anteriores para construir a sua própria análise cronológica sobre o posicionamento das empresas e identificar as tendências de empresas que estão melhorando ou piorando a sua posição ano a ano.

Devo tomar algum cuidado com o Quadrante Mágico do Gartner?

Embora o quadrante mágico seja uma excelente referência para busca de direcionamentos ou soluções, alguns cuidados devem ser tomados. Em primeiro lugar, atente-se aos períodos dos levantamentos que estão sendo analisados.

Afinal, o mercado está a cada dia mais volátil, e esse cenário é ainda mais acentuado na área de tecnologia. Portanto, para que suas pesquisas tragam resultados realmente satisfatórios e precisos, é necessário que o quadrante esteja atualizado.

Outro fator crucial para que se obtenha êxito na utilização da tecnologia é a busca de quadrantes com o maior número de empresas de um segmento possível, uma vez que, quanto mais detalhada a pesquisa, mais preciso o resultado final.

Além disso, por se tratar de um relatório global, é provável que alguns dos players exibidos nos relatórios não tenham uma atuação considerável no Brasil. Ou seja, é possível, inclusive, que não exista uma forma de compra no país, principalmente de equipamentos, por não haver revendedores autorizados.

Assim como a compra, é importante avaliar como é feito o pós-venda local dessas ferramentas. Sabemos que o suporte técnico no mundo de TI é fundamental para o bom funcionamento das plataformas e, caso não encontre uma empresa (ou um grupo delas) que possa lhe prestar um serviço de qualidade, você pode acabar fazendo um investimento de alto risco.

Esta é uma pesquisa que é feita mundialmente e, com isso, vale evidenciar que todas as empresas apresentadas possuem soluções de qualidade. Centenas de outras empresas simplesmente não obtêm a qualificação para aparecer no relatório.

E você, já utiliza o Quadrante Mágico do Gartner na sua empresa? Deseja implementar, mas ainda não tem certeza? Ainda tem alguma dúvida sobre o assunto ou deseja compartilhar sua opinião conosco? Deixe seu comentário, pergunta ou impressões no espaço abaixo. Estamos à disposição para responder!

Gostou do artigo?
Assine nossa Newsletter!

Cadastre-se agora!

(Visited 110 times, 2 visits today)