Geração Millennials o que esperam do atendimento ao cliente

Você com certeza já ouviu falar sobre a Geração Millennials, que virou assunto recorrente em matérias na internet, em programas de grande audiência e até eventos do segmento de atendimento, como o Conarec 2017. E se você não faz parte do grupo, provavelmente convive com alguns — inclusive no dia a dia do seu negócio.

O interesse nesse público é por conta da sua grande influência no mercado de trabalho e nas novas relações de consumo, atreladas principalmente as mídias digitais.

É também uma geração mais engajada e participativa em questões sociais, culturais e até políticas. Evidentemente, as empresas também devem se preocupar com isso, buscando estratégias para entendê-los e atraí-los.

Vamos responder neste artigo quem são os millennials afinal, e o que esses novos consumidores esperam das empresas quando pensamos em atendimento ao cliente. Acompanhe a leitura:

Quem é a Geração Millennials?

Também conhecida como Geração Y, é formada pelos nascidos nos anos 80 e 90. São pessoas que possuem um número grande de características em comum: o imediatismo, a busca incansável por um propósito e a constante conectividade estão entre as mais marcantes.

Outra particularidade é que, além de já terem encontrado consolidados os principais meios de comunicação — jornal, rádio e televisão — os millennials nasceram ou cresceram junto com a internet. Por isso, a intimidade deles com smartphones, videogames, tablets e notebooks é algo natural.

Dessa geração também surgiram as marcas mais importantes do mercado recente, como Facebook, Twitter e Google, gerando impacto significativo no processo de globalização e nas mudanças de pensamento e atitudes.

Como deve ser o atendimento para essa geração

Já vimos que essa geração tem forte influência em vários aspectos da sociedade. Se algo a desagrada, faz questão de expor o problema de uma forma aberta e com grande alcance. Por outro lado, se algo atende às suas expectativas, também alardeiam sem nenhum tipo de timidez.

Assim, cabe às empresas ficarem atentas para impulsionar o crescimento em termos de reputação e faturamento, adequando-se para corresponder às expectativas dos millennials.

Apresentaremos a seguir alguns pontos importantes para um atendimento satisfatório na visão desse público:

Agilidade

Com todas as facilidades tecnológicas na palma da mão, essa geração espera agilidade. Para acompanhar esse ritmo, as empresas devem trabalhar para diminuir ao máximo a burocracia e a redundância de processos.

Quanto mais rápido e prático, melhor: eles não querem informações “desnecessárias”. Quando querem obter alguma informação que acreditam ser relevante, os millennials consultam imediatamente à internet.

Neste contexto, alguns canais de relacionamento se destacam com alto potencial para alcançar a satisfação deste novo consumidor:

Experiência omnichannel

Imagine alguém que faz uma solicitação em um atendimento via chat e, logo em seguida, faz um comentário sobre a empresa no Facebook. Ou um cliente que fez uma compra via e-commerce e está aguardando a entrega de um produto em sua casa e, antes mesmo de chegar ao prazo de entrega limite, manda um e-mail questionando sobre quando o produto será entregue: assim é a geração millennials.

Se existem clientes que fazem questão de uma completa e eficaz integração entre os canais de atendimento, esses clientes estão nessa geração atual.

Eles são rápidos nas suas decisões, mas querem ter toda segurança ao tomá-las. Por isso, as empresas precisam se adaptar e estar presentes nos canais que eles mais acessam (especialmente chat, e-mail, redes sociais e Reclame Aqui). E, ao mesmo tempo, devem entender que esses mesmos canais precisam ser bem trabalhados para ajudar, em vez de atrapalhar esse relacionamento.

Facilidade e comodidade

Se existe muita burocracia e obstáculos para realizar uma simples compra, é muito provável que o millennial desista e siga para o concorrente. Um exemplo prático é a necessidade de preencher formulários intermináveis, o que comprovadamente diminui a conversão.

A facilidade faz parte da rotina deles, e não pode ser diferente no momento do atendimento ao cliente. Por isso, facilitar esse processo utilizando perfis em mídias como Facebook e Twitter, por exemplo, são uma ótima alternativa.

Além disso, não importa se for durante um jantar de família, fila do cinema ou mesmo na hora de dormir: eles querem ser atendidos a qualquer hora. Se deseja torná-lo um consumidor satisfeito, não o deixe esperando por um atendimento, seja ele via chat e especialmente por telefone, que é o canal que menos o agrada.

Os 3 erros mais comuns ao atender millennials

Para finalizar, vamos apresentar três erros que as empresas constantemente cometem, e que são praticamente imperdoáveis para essa geração:

1. Pedir para repetir informações

Essa é uma geração que busca maximizar a produtividade e que quer aproveitar cada segundo. Solicitar dados de forma repetitiva, ou pedir informações que facilmente estão à disposição da empresa, é algo que eles consideram irritante.

Por isso a necessidade de uma jornada de atendimento consistente — quando se trabalha com canais integrados não é necessário o preenchimento de dados mais de uma vez. É preciso criar um histórico do consumidor e facilitar ao máximo a sua próxima interação.

2. Demonstrar desconhecimento

Os millennials são ávidos por conhecimento. Eles querem todo acesso à informação e acreditam saber sobre tudo. Por isso, não admitem que uma empresa passe dados equivocados ou não tenha a informação que eles precisam.

Lembre-se de que millennials querem agilidade, por isso dispensam informações que consideram irrelevantes. Mas, se questionam algo, desejam uma resposta satisfatória. Assim, o ideal é a empresa apresentar dados concretos ou informar que pesquisará para dar uma resposta exata. Jamais tente ludibriá-los — são pouquíssimas as chances de dar certo.

3. Oferecer um atendimento padronizado

Atendimentos burocráticos e engessados dificilmente agradarão a um millennial. O cliente dessa geração quer ser tratado como se fosse único e não quer respostas genéricas. Se a empresa estará presente nos canais que são comuns ao millennials, deve se adaptar e mostrar um verdadeiro diferencial.

Um grande exemplo de sucesso nesse sentido é a Netflix. Nas redes sociais, a empresa interage com os clientes utilizando os dados já registrados em suas contas — assim, conhecendo cada usuário, consegue prestar um atendimento simples e personalizado.

Agradar um cliente da Geração Millennials exige mais do que esforço. É preciso saber o que eles esperam do seu produto e serviço, estar presente de forma efetiva nos principais canais e se comunicar com agilidade e linguagem adequada. Siga as dicas apresentadas e conquiste verdadeiros fãs para o seu negócio!

Gostou do nosso artigo? Conhece outras pessoas que podem tirar proveito do conteúdo? Então compartilhe esse post na sua rede social preferida!

Gostou do artigo?
Assine nossa Newsletter!

Cadastre-se agora!

(Visited 5 times, 1 visits today)